segunda-feira, 24 de março de 2008

MIL TSURUS E UM DESEJO

Foto de Rogério Ribeiro
O tsuru (a nossa cegonha) é uma ave sagrada, que vive 1000 anos.
Diz uma lenda japonesa que quem fizer mil tsurus de origami, com o pensamento voltado para aquilo de deseja alcançar, terá o desejo realizado.
A foto acima é de um conjunto de mil tsurus, feito a muitas mãos, pedindo a pronta recuperação de uma pessoa doente.
Abaixo vão as instruções para quem se habilitar a dobrar tsurus.


3 comentários:

Anônimo disse...

A solidariedade é uma coisa bonita - as muitas mãos que fabricam os mil tsurus - mas o resultado dela será ainda melhor: a recuperação pedida!

Anônimo disse...

Olá antropoantro.
Pretendo dobrar 1000 tsurus para presentear uma amiga doente no seu aniversário. Tenho cerca de 55 dias, ainda não comecei a dobrar. Eu gostaria de saber como você montou esse móbile, o material que usou no aro, como amarrou os fios no aro, e quanto tempo levou só para montar, depois que os tsurus estavam dobrados.
Desde já agradeço.
Maíra Rangel - mairamtr@gmail.com

Antropoantro disse...

Cara Maíra, este móbile não foi montado por mim, mas pelo pessoal da Enfermagem da Unicamp que fez estes tsurus. Os tsurus foram emendados com linha e miçangas, em grupos de 10 e os aros foram comprados (tamanhos diferentes). Como este foi feito a muitas mãos, levaram pouco tempo. Eu gastei uns dois meses para dobrar os meus (sozinha) e eles, por enquanto, aguardam a montagem em móbile/cortina. Mas a minha amiga está curada! Por enquanto meus tsurus foram fotografados e montados num video que está no blog.